quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

União Europeia suspende importação de perus de unidade da Seara no Rio Grande do Sul


Vistoria na semana passada constatou inconformidades em relação ao padrão do bloco

Kelly Isis Pelisser | kelly.pelisser@pioneiro.com

Após a inspeção de técnicos da União Europeia, na semana passada, a certificação da unidade industrial da Seara em Caxias do Sul (RS) para exportação ao bloco foi suspensa temporariamente. A missão encontrou inconformidades, em relação ao processo europeu, nas condições de manutenção e controle de temperatura. A empresa, pertencente ao grupo Marfrig, pretende se readequar para recuperar a certificação.

A  vistoria em Caxias foi realizada em uma granja de desenvolvimento de perus, no bairro Forqueta, e na planta fabril, no bairro Desvio Rizzo. A missão europeia chegou ao Brasil no dia 6. Depois de uma reunião em Brasília com representantes do Ministério da Agricultura, os técnicos vieram ao Rio Grande do Sul para visitas em frigoríficos nas cidades de Montenegro e Lajeado, além de Caxias do Sul. Também houve inspeções no Santa Catarina, Paraná e São Paulo. No RS, o único frigorífico que teve a certificação suspensa teria sido o caxiense, mas o relatório final da missão ainda não foi enviado ao Ministério da Agricultura.

Em nota, o grupo Marfrig diz que "já iniciou um plano interno de ações para correção das não conformidades e recuperação da certificação no menor tempo possível". Também esclarece que "a produção de perus da unidade será redirecionada para o atendimento ao mercado interno com produtos industrializados e in-natura e a outros mercados internacionais anteriormente não atendidos por limitação de capacidade de produção".

A unidade industrial de Caxias do Sul foi adquirida pela Marfrig em junho de 2009 da empresa Doux Frangosul. A capacidade de produção diária de 30 mil cabeças.



PIONEIRO

Um comentário:

  1. qual o motivo da inconformidade
    que houve na unidade 2

    ResponderExcluir