domingo, 18 de agosto de 2013

Brasil vai iniciar testes de vacina contra a dengue em humanos

Segundo governo, combater dengue é prioridade
Anvisa autorizou Instituto Butantan a avaliar o produto clinicamente
O Brasil deu mais um passo para produzir uma vacina contra a dengue. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou nesta sexta-feira (16) o Instituto Butantan, de São Paulo, a realizar testes da vacina em humanos.
A etapa de pesquisa clínica do imunobiológico está sendo financiado pelo Ministério da Saúde, ressalta a Anvisa em comunicado divulgado neste sábado (17).
Os testes em humanos terão duração de cinco anos e deverão ser realizados com 300 voluntários.
Esta fase dos estudos tem como objetivo analisar a efetividade, a eficácia e a segurança da vacina tetravalente, que pretende prevenir a população contra quatro sorotipos da doença (1, 2, 3 e 4).
Os testes em humanos serão realizados em três centros de pesquisas clínicas em São Paulo: o Instituto Central (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo/USP); o Instituto da Criança (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP) e o Hospital das Clínicas (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/USP).
O Instituto Butantan iniciou a pesquisa da nova vacina em 2006. Se a vacina for aprovada em todas as etapas de pesquisa clínica, poderá ser comercializada e distribuída à população. A perspectiva do governo brasileiro, em caso de sucesso em todas as etapas, atender a demanda global e exportar a vacina contra a dengue.
Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, combater a dengue é prioridade do governo.
— O avanço da pesquisa de um laboratório público, no caso o Butantan, reforça o comprometimento do país com o combate à dengue, uma das prioridades para o Ministério da Saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário